Da cabeça às costas, 2019.

Vídeo e objeto com couro de boi e cabelo do artista. 

Vídeo 5'32". Objeto 4 x 96 x 4 cm.

O trabalho é pensado a partir de um conjunto de referências históricas das quais o artista se apropria para a realização do trabalho. Em vários países africanos, o penteado indica a atuação do indivíduo na sociedade. Para além do perfil estético, o cabelo faz parte da compreensão da identidade negra. Atividade essa potencializada por movimentos sociais como “Black is Beautiful”. Para os negros, o cabelo não é apenas uma manifestação estética, mas uma forma de ser, de resistir e de se colocar na sociedade.

Pensar a confecção de um instrumento (chicote) usado para a punição e opressão de escravizados, a partir do cabelo de um negro, coloca em questão uma inversão de posicionamentos. O que era antes usado como elemento de subjugo, passa a ser lugar de resistência.

  • Facebook Classic
  • Instagram Social Icon