Ei! Xô!.

Sobre o sorriso amarelo

E a risada nas costas

Sobre o abaixar de cabeça para as boas-vindas

E o queixo erguido para ser jogado na ida

Sobre o ei na saída

E o xô na chegada

Sobre o circuito das artes

E seu eixo bipolar

Sobre o ponto de referência

E a região que engole o resto

Sobre a monumentalidade do eixo

E a altivez plana

Sobre o sul deste

continente

A falta de centro

nesse oeste

Sobre a ausência de norte nessa gravidade

O brilho nos olhos

Sobre o discurso

ser apenas uma flexão semântica

  • Facebook Classic
  • Instagram Social Icon